Sobre o ator

 

 

 Fringe-2013---Curitiba-PR-(2)O ator Leandro Bertola (Leandro de Almeida Bertola) graduou-se Bacharel em Direito pela Universidade Estadual de Londrina no ano 2000. Além da formação jurídica, sempre se interessou pelas artes de uma forma geral.

Desde a época em que cursava Direito já escrevia poesias. A produção de textos poéticos despertou outro desejo, criar peças de teatro. Entretanto, percebeu que precisava vivenciar as artes cênicas para auxiliar na elaboração de textos teatrais.

Em 2002, matriculou-se então nas Oficinas de Teatro da Secretaria Municipal e Cultura de Ourinhos. Nesse mesmo ano mudou-se para Curitiba-PR para exercer a advocacia e manteve viva a vontade de se aprofundar no universo das artes cênicas. Na capital paranaense, matriculou-se no Curso Livre de Teatro da Companhia Os Satyros. Sua primeira participação em um espetáculo foi como Operador de Som na peça As Primícias, encenada no espaço Os Satyros de Curitiba. Com o tempo o interesse pela dramaturgia foi perdendo espaço para o trabalho de ator, pois a arte de interpretar conquistou Leandro.

No ano de 2005, regressou para Ourinhos-SP, onde continuou estudando e praticando teatro. Em 2008, concluiu o Curso Técnico Ator no SENAC de Marília, quando obteve seu registro profissional (DRT/SP). Trabalhou ao longo dos anos, tanto na área jurídica, quanto nas artes cênicas. Esse interesse, por mais de um ramo do conhecimento, permitiu que ele somasse as experiências vividas. No ano de 2010, ao cursar a Especialização em Docência do Ensino Superior, nas Faculdades Integradas de Ourinhos (FIO), pode unir seus conhecimentos (Direito e Artes cênicas) em seu trabalho científico de conclusão (TCC) que teve como objeto de pesquisa a arte como instrumento pedagógico no ensino superior, ou seja, como a arte (teatro, literatura, poesia, cinema, dança, etc.) pode contribuir no processo de ensino-aprendizagem. Em 2010, continuou com essa linha de estudo no Mestrado em Comunicação da Universidade de Marília, oportunidade em que investigou a contribuição do cinema como ferramenta didática no ensino superior.

Outra maneira utilizada pelo ator para aproximar o teatro da educação foi através do Curso de Extensão em Oratória ministrado nas FIO. O conteúdo, metodologia e didática desse curso foram construídos por Leandro que utilizou de técnicas das artes cênicas e jogos teatrais para auxiliar os alunos em como falar em público de forma mais eficiente.

Durante sua trajetória produziu alguns textos para o teatro, arriscou-se na função de diretor, contudo o ofício de ator é onde mora sua vocação. Como intérprete, nas montagens em que participou, ajudava seus colegas de cena na construção de suas personagens, habilidade esta que o levou a desenvolver e ministrar oficinas para atores.

Curiosidade

Na infância Leandro Bertola brincava com seus amigos de super-herói. Cada criança podia escolher somente um e então começavam as batalhas imaginárias. Entretanto, não se satisfazia e dizia que era “o homem que vira tudo”. Ali já manifestava a vontade de ser ele mesmo e, ao mesmo tempo “ser” tantos outros.

Ópera-10Formação acadêmica:

– Mestrado em Comunicação, UNIMAR, 2010-2012.
– Especialização em Docência do Ensino Superior, FIO, 2009-2010.
– Técnico Ator, SENAC-Marília, 2006-2008.
– Especialização em Direito Empresarial, PUC-PR, 2004.
– Bacharelado em Direito, UEL, 1996-2000.

Cursos e Oficinas:

– Oficina Livre de Interpretação Teatral, I Estágio, Os Satyros, Curitiba-PR. (60 horas).
– Oficina Livre de Interpretação Teatral, II Estágio, Os Satyros, Curitiba-PR. (120 horas).
– Curso Livre de Teatro, Pé no Palco, ministrado pela Diretora Fátima Ortiz, Curitiba-PR. (200 horas).
– Workshop, Vivência Teatral – Pé no Palco. “A Construção da Personagem”.
– Oficina literária – Inspiração criativa, ministrada na Biblioteca Pública do Paraná pelo Escritor Carlos Borges Lima.
– Oficina Teatral da Secretaria Municipal de Cultura de Ourinhos, ministrada pela Diretora Karina Zimmermann.
– O Corpo Individual e Coletivo no Espaço, ministrado pelo Núcleo Ás de Paus na 6ª Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas.
– Oficina Palhaçada Isso, Hein? Uma breve introdução ao mundo da palhaçaria, ministrada por Cintia Rossini na 6ª Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas.
– Oficina, Da pesquisa à cena: Ferramentas de Direção Teatral, ministrada por André Araújo.
– Workshop, inter-relações entre teatro e TV, ministrado por Rai Junior no Encontro Regional de Teatro do Projeto Ademar Guerra.
– Workshop de atuação para TV com o Diretor Fernando Rancoleta.                                                                                                 – Workshop de atuação para TV com o Diretor Rudi Lagemann e a Preparadora de Elenco Fernanda Guimarães.

Festivais:

Festival de Pequenos Monólogos (Troféu Raul Cruz) – Espaço Multiprocessador de Curitiba-PR; Mostra de Esquetes de Guararapes-SP; Festival de Monólogos “Paulo de Andrade” de Piedade-SP;  V FEMO –emana Literária – A representação do negro na literatura produzida por escritores da região sudeste do Brasil (Biblioteca Lydia Frayze); 14º Festival de Música de Ourinhos-SP;  Mapa Cultural Paulista em Ourinhos-SP e Paraguaçu Paulista-SP; 7ª, 8ª e 9ª Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas de Ourinhos-SP; FEMUTA de Arapoti-PR, XV FECT de Osasco-SP; 12º FESTAR de Bernardino de Campos-SP; IV Mostra de Teatro de Gavião Peixoto-SP; Mostra Fênix de Linguagens Cênicas de Tupã-SP; VI Mostra de Teatro de Sarapuí-SP; 5° Festival Nacional de Teatro de Ribeirão Preto-SP.

Site

Outras atividades:

– Jurado:

8ª Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas.

– Palestrante:

Como controlar o medo de falar em público.

O cinema em sala de aula.

– Professor:

Curso de Oratória.

Curso de Oratória: Como controlar o medo de falar em público.

Oficina de Rasaboxes: O ator e as emoções.

Publicações de artigos em revistas.

Prêmios e Indicações:

– Ópera dos Malandros, Grupo Panela de Expressão com Direção de Karina Zimmermann. Mapa Cultural Paulista – Fase Regional em Paraguaçu Paulista-SP. Menção Honrosa de Trabalho Coletivo e Classificação como Segundo Suplente (Terceiro lugar).

– O Alienista, Cia Complexo de Actoris com Direção de Karina Zimmermann. IV Mostra de Teatro de Gavião Peixoto: indicação de melhor ator e terceiro melhor espetáculo pelo júri popular. (O monólogo também recebeu indicações de melhor iluminação e melhor direção). Mostra Fênix de Linguagens Cênicas: indicação de melhor ator. (O monólogo também recebeu indicações de melhor direção, melhor cenografia e melhor operação de luz).

– Os Malefícios do Tabaco, Cia Complexo de Actoris com Direção de Paula Bittencourt e Leandro Bertola. VI Mostra de Teatro de Sarapuí. Prêmios de melhor ator, melhor adaptação da obra, melhor conjunto da obra e indicação de melhor maquiagem.

Peças:

O alienista de Machado de Assis. Direção de Karina Zimmermann. Cia Complexo de Actoris.

Os malefícios do tabaco de Anton Tchekhov. Direção de Paula Bittencourt e Leandro Bertola. Cia Complexo de Actoris.

– Cumpadi Osório. Texto e Direção de Leandro Bertola. Cia Complexo de Actoris.

– Cala a boca já morreu de Luis Alberto de Abreu. Direção de Karina Zimmermann, Grupo Panela de Expressão.

– Ópera dos Malandros de Chico Buarque. Direção de Karina Zimmermann. Grupo Panela de Expressão.

– Milton, Ouro de Minas. Direção de Karina Zimmermann.

Empolgações Culturais. Coordenação Paula Bittencourt.

Cala a boca já morreu de Luis Alberto de Abreu. Direção de Paula Bittencourt. Senac.

Querô de Plínio Marcos. Direção de Daniel Mancuzo. Senac.

– Qual é o seu tempo? Coordenação Paula Bittencourt. Preparação corporal João Moraes. Senac.

– Paixão de Cristo. Direção de Paula Bittencourt. Preparação vocal Alexandre Mascaro. Senac.

– Viva feliz sem acidentes. Direção de Paula Bittencourt.

– O canto do cisne de Anton Tchekhov. Direção de Bruno Diego e Leandro Bertola.

– Estado de vigília. Cia Corpus.

– A sopa de pedra de Tatiana Belinky, Cia Corpus.

– Fala você ... … o dia da morte de um condenado. Cia Corpus.

– O Urso e O Jubileu de Anton Tchekhov.

– Eu morri. Texto e Direção de Leandro Bertola.

– O último discurso: O grande ditador (Charles Chaplin). Direção de Fátima Ortiz, Pé no palco.

– Folias Teatrais: Meu apê, seja bem-vindo. Direção de Silvanah Santos, Espaço os Satyros.

– As primícias de Dias Gomes. Direção e Adaptação de Silvanah Santos, Operador de Som, Espaço os Satyros.

Ourinhos – Os Malefícios do Tabaco – Ópera dos Malandros

Desenvolvido por: